Logo
18 Agosto, 2019       LISBOA - MAX. Mostly sunny; pleasantº, MIN. 02º

 
D S T Q Q S S
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31
Dossiers  |  Procurar um emprego em Lisboa : 1ª parte
Procurar um emprego em Lisboa : 1ª parte
Cédric Lecler
Procurar um emprego em Lisboa : 1ª parte
Procurar um emprego em Lisboa 1ª parte – A procura de um emprego

A situação de emprego em Portugal e em Lisboa degradou-se fortemente nos últimos anos e passou-se em dez anos de uma situação de pleno emprego para uma taxa de desemprego que deve rondar os 8%em 2007. Escusado será dizer que é cada vez mais difícil encontrar emprego e isto é ainda  mais verdade se existirem alguns handicaps como o facto de não se falar português. Para colocar todas as possibilidades do vosso lado, será necessário seguir um certo número de regras e realizar todos os trâmites susceptíveis de vos ajudar a encontrarem um emprego. O objectivo deste dossier é dar-vos conselhos para encarar a procura de emprego salariado nas melhores condições.

1. A cada situação, um plano de acção, porque quer seja cônjuge de quadro de empresa multinacional, estrangeiro querendo instalar-se em Lisboa, lusodescendente ou lusófono ou português, a abordagem da procura de emprego será diferente. Será necessário enquadrar os vossos pontos fortes e fracos. Se é cônjuge de quadro de empresa multinacional, não se encontra na situação mais favorável porque à priori acumula uma série de handicaps: não fala português, provavelmente é mulher ( as estatísticas mostram que normalmente são as mulheres que seguem os maridos e não o inverso e em Portugal o desemprego atinge mais as mulheres do que os homens), e concluindo, estará  em Portugal durante um determinado período. Que tudo isto não seja desmoralizador! Nós iremos ajudá-la a encontrar trabalho, apesar de tudo.


Se é um estrangeiro que pretende instalar-se em Lisboa, terá que superar o obstáculo da língua. Pode compensar este handicap através de um nível elevado de formação ou uma formação específica rara e por isso procurada em Portugal, ou ainda com um trabalho manual onde a comunicação entre pessoas não seja um elemento essencial na função. As relações que poderão ter na vossa comunidade (via Embaixada, Consulado, Associações de acolhimento, et...) podem ser importantes para encontrarem um primeiro emprego. Não menosprezem estas pistas.

Se é lusodescendente ou lusófono, a sua integração no mundo do trabalho será facilitada mesmo que não deva negligenciar o conhecimento dos costumes e regras locais.
As motivações para trabalharem e os objectivos.
Antes de mais, é importante definir quais são os seus objectivos quanto à procura de emprego. Convidamos a lerem o artigo de Nathalie Martinez sobre este assunto.

Em qualquer caso, a vossa motivação deve ser muito forte porque terão que fazer esforços consideráveis para encontrarem emprego.


Aprender português ( e informática?)

Antes de tudo, têm que aprender português. É uma etapa fundamental para encontrarem trabalho, mesmo que tenham a sorte de encontrar um emprego onde se possam exprimir em inglês, francês ou espanhol. O nível de conhecimentos necessários depende do tipo de emprego que procuram. Algumas funções não exigem um nível de português muito elevado ( as funções manuais ou muito especializadas), para as outras um nível elevado de português é indispensável ( por exemplo, as funções ligadas à actividade comercial). Se já possuírem conhecimentos de uma outra língua, de preferência latina, ser-lhe-á mais fácil aprender português. Devem procurar um curso com vocabulário especializado. Estimamos que um curso intensivo ( mais de 4horas por dia) de 6 meses a um ano irá permitir-lhe adquirir um nível suficiente para se fazerem compreender e compreenderem o essencial do vocabulário especializado no mundo do trabalho.

Não se esqueçam que a prática da língua é indispensável e que qualquer ocasião é boa para falarem. Devem também ler os jornais diariamente para se familiarizarem com os termos portugueses do mundo do trabalho.
Por outro lado, aconselhamos vivamente que façam um curso de informática se o vosso nível for fraco ( de preferência em português) porque se tornou hoje em dia, um critério de selecção importante. Será também importante no caso de procurarem um emprego em que a língua portuguesa não seja um factor essencial.  

   
Eis alguns endereços e cursos que vos recomendamos: Lista


A procura de um emprego
Existem várias pistas para encontrar um emprego desde o simples boca a boca até à procura sistemática. No entanto não contem muito com os vossos contactos ou amigos que salvo raras excepções terão o lugar que procuram.

Eis algumas pistas para se orientarem na procura:


As agências de trabalho temporário :
As agências de trabalho temporário propõem muitas vezes empregos pouco qualificados ( mas é facto recente, podem também propor-vos empregos interessantes de curta duração como missões), por isso, menos bem remuneradas mas não as negligenciem: podem muito bem ser a vossa primeira aproximação ao mundo do trabalho. Algum postos de trabalho só exigem conhecimentos reduzidos de português. De seguida poderão ter a mais valia de uma primeira experiência de trabalho em Portugal. Lista

As sociedades de recrutamento: poderão encontrar nos seus sites um número importante de propostas de trabalho em rede. É também um bom meio de se darem a conhecer: nalguns sites da internet, é possível enviar o vosso Curriculum Vitae ou ser-se informado automaticamente em caso de ser colocado em rede algo correspondendo ao lugar pretendido. Ver as sociedades de recrutamento no site : Lista


As sociedades privadas de recrutamento instaladas em Lisboa e arredores:
As sociedades privadas estrangeiras correspondentes nos vossos países / língua de origem são normalmente um bom filão porque podem procurar candidatos bilingues ( ligações com a casa mãe, traduções, missões diversas, etc...) Encontrarão os endereços nos respectivos anuários, nos suplementos das revistas económicas e nos anuários das Câmaras de Comércio. Têm que entregar uma candidatura espontânea com Curriculum Vitae e uma Carta de Apresentação na Direcção de Pessoal.

Os pequenos anúncios nos jornais:
Podem encontrar em muitos jornais diários ou semanais anúncios de oferta de emprego. Saibam no entanto que certos jornais são conhecidos pelas suas secções de oferta de empregos, nomeadamente: O Expresso ( ofertas de emprego para quadros), o Diário de Notícias ( oferta de emprego para quadros e não quadros), o Correio da Manhã ( oferta de emprego para não quadros).


Os pequenos anúncios na Net:
Alguns jornais têm o seu site na Internet com ofertas de emprego ( nomeadamente o Expresso). Existem igualmente sites especializados como :

www.empregos.online.pt
http://aeiou.expressoemprego.pt/
www.net-empregos.com
http://superemprego.sapo.pt

site especializado na oferta do sector do turismo
www.turijobs.pt

As Câmaras de Comércio estrangeiras:
Certas Câmaras de Comércio estrangeiras ou serviços comerciais de Embaixadas ( ver endereços de Câmaras de Comércio e Embaixadas :  Lista), possuem ofertas de emprego nos seus sites Internet ou sob consulta local.

L’IEFP (Instituto Emprego e Formação Profissional): tem também ofertas de emprego mas são normalmente pouco qualificadas e pouco remuneradas. www.iefp.pt


Por fim, consultem evidentemente a nossa rubrica  emprego que propõe diversas ofertas de emprego durante todo o ano.

Nos próximos dossiers: como redigir um CV, como ter sucesso numa entrevista, os salários em Lisboa, o Direito de Trabalho em Portugal.

> Lista das principais Embaixadas
> Lista das principais Câmaras de Comércio estrangeiras


  
© 2007  LIVINGINLISBON.COM  - Todos os direitos Reservados